As atribuições do corpo de jurados no Cena Viva 2019

O júri do Cena Viva 2019, além de definir os prêmios para melhor espetáculo, direção, atuação, cenário, etc., será responsável também por analisar, em público, ao final de cada apresentação, o trabalho apresentado pelo grupo. Essas análises (em forma de bate-papo) são fundamentais para o aperfeiçoamento das peças e enriquecem sobremaneira a experiência vivida pela plateia.

 

Corpo de Jurados (avaliadores e debatedores):

 

Antônio Carlos Brunet

Antônio Carlos Brunet, o Dunga, faz teatro desde 1975. É ator, diretor, iluminador e sonoplasta. Desde 1996 participa como jurado e debatedor dos festivais de teatro do sul do Brasil. Nos últimos anos, Dunga vem se dedicando também ao papel de crítico teatral.

 

Camilo de Lélis

Camilo de Lélis é diretor e ator com longa trajetória nas artes cênicas gaúchas. Seu portfólio abrange espetáculos adultos, infantis, teatro de bonecos e de rua, muitos deles devidamente premiados. Exerceu também funções administrativas em órgão culturais do RS e já a algum tempo participa como avaliador e debatedor de festivais de teatro.

 

Fábio Cunha

Fábio Cunha é ator, produtor e gestor teatral. Integra o provocador grupo Falos & Stercus e atualmente preside o Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Rio Grande do Sul (SATED/RS)

 

Lukas Krug

Lukas Krug é ator, cantor, músico, compositor e cenógrafo, tendo iniciado sua trajetória artística numa companhia de teatro ambulante. Ao seu extenso currículo nos mais diversos palcos sulinos, Lukas agrega também atuações constantes pelas redes sociais (Facebook, Instagram e Youtube), onde escancara sua verve humorística.

 

Mauro Soares

Mauro Soares, ator e diretor, estreou no teatro ainda na década de 1960, na cidade de Pelotas. Desde 1994 trabalha no Instituto Estadual de Artes Cênicas (IEACen/RS), tendo participação ativa nos festivais de teatro do Rio Grande do Sul.

Compartilhar